In his broad article on the situation of the culture in Portugal as a resultant of right wings policies, in this article he adress also the curricular problem its narrowing.

À ausência de coordenação entre o Ministério da Educação e o MC, juntam-se as medidas que, nomeadamente a nível do ensino artístico, contribuem para a degradação do funcionamento de instituições com um papel formador essencial e substituem o alargamento da iniciação artística, nos níveis básicos da escolaridade, por actividades ditas de «enriquecimento curricular», sem qualidade cultural, técnica ou pedagógica. No ensino Básico, as áreas de formação artística, e secundário, há longo tempo subalternizadas, tendem a diluir-se por completo, num modelo de ensino voltado para uma formação elementar, «prática» e esvaziada dos valores de expressividade humana, da cultura e do pensamento reflexivo. O ensino especializado da música sofreu profundas alterações, motivadas fundamentalmente por critérios economicistas.

Advertisements